Nossa solidariedade às vítimas de Brumadinho/MG

É DIFICIL SER EMPREGADO NESTE PAÍS

Totalmente inverso do que falam alguns empresários, até alguns políticos recém-eleitos e outros que na legislatura passada fizeram de tudo para aprovar o monstrengo chamado reforma trabalhista, de que é difícil ser empresário no Brasil, esta afirmação é totalmente falaciosa e mentirosa.

Como é mentiroso que tem muita lei que protege o meio ambiente, e que tem gente defendendo, querendo criar regras de proteção para “formiga e sapo”.

A verdade é que grande parte dos políticos deste País está a serviço do que eles chamam de “Mercado”, de “Capital”, e por isto precisam retirar direitos e qualquer proteção aos trabalhadores, e também ao meio ambiente, para que falsos empresários possam ter lucros, sem se importar com a saúde, com as condições de vida dos trabalhadores, e muito menos com o meio ambiente.

Para os empresários, políticos defensores do mercado e do capital, existe no Brasil uma indústria de multa, o que não é verdade, pois existiam milhões de ações na justiça do trabalho, de empresas e empresários que não respeitavam a legislação existente até novembro de 2017, por falta até de pagamento de salários, o mesmo se aplicando à questão do meio ambiente. Ora, se empresas e empresários eram multados, é porque desrespeitavam a legislação existente, ninguém é punido por estar fazendo a coisa correta.

O que existe neste País, na verdade, é a Indústria do Perdão, indústria de conceder benefícios com o dinheiro público para empresas e empresários sem qualquer contrapartida para o povo deste País.

Infelizmente os acontecimentos de Mariana em 2015, e agora em Brumadinho, por serem um Crime contra trabalhadores e meio ambiente, demostram na verdade que as empresas continuam fazendo operações inseguras, enquanto o Estado se contenta em fazer inspeções para inglês ver.

E a coisa poderá piorar, tanto para o meio ambiente como para os trabalhadores, se o atual governo e seus apoiadores no congresso nacional cumprirem a promessa de flexibilização ainda mais da legislação trabalhista como do meio ambiente.

Não adianta fazer gabinete de crise, é preciso ter leis rigorosas de proteção dos trabalhadores, bem como para meio ambiente, e fiscalização permanente, que efetivamente fiscalize com responsabilidade e aplique as punições a quem não cumpre a legislação.

NOSSOS SENTIMENTOS A TODOS OS FAMILIARES DOS TRABALHADORES, MORADORES, VÍTIMAS DESTE CRIME COMETIDO PELA EMPRESA.

O DIFÍCIL NÃO É SER EMPREGADOR, O DIFÍCIL É SER TRABALHADOR, É SER VÍTIMA DE PÉSSIMOS EMPRESÁRIOS, QUE SÓ PENSAM NO LUCRO.

 

Lourival Figueiredo Melo

 

SERÁ QUE VALE TANTA GANÂNCIA POR DINHEIRO E POUCA RESPONSABILIDADE COM VIDAS.

QUE ESTA CATÁSTROFE NÃO FIQUE ESQUECIDA E OS RESPONSÁVEIS SEJAM PUNIDOS.

Topo

© Copyright 2014 - FEAAC - Federação dos Empregados de Agentes Autonômos do Comércio do Estado de SP

Mapa do Site Fale Conosco